Ocorreu um erro neste gadget

27 setembro, 2010

A voz do Povo é a voz de Deus?

Com a aproximação das votações, o povo tem decidido seu voto em favor deste ou daquele candidato e sempre eleito pelo povo. Mas, como diz o ditado, a voz do povo é a voz de deus?
Durante um comício, são vistos candidatos inflando eleitores com frases de efeito expondo fraquesas do governo anterior e pela emoção fazer população acreditar que deve ser eleito.
Já dizia Nelson Rodrigues "Toda Unanimidade é Burra", pois quando em conjunto são capazes de esquecer qualquer indicio de razão em favor da emoção do grupo, mesmo que individualmente tenham consciência.
Baseado na história podemos ver que o povo não consegue fazer boas escolhas.
  • Quando a liberdade de Jesus Cristo foi trocado pela do ladrão Barrabás após pleito popular
  • Durante a Revolução Cultural Chinesa o povo queimava violinos em nome do proletariado
  • O povo colocou Adolph Hitler no mais alto posto da Alemanha
  • Também foi o povo quem colocou Fidel Castro para dirigir a nação
Dificilmente teremos uma maioria sendo dirigida pela razão, pois quando em conjunto perdemos nosso poder de análise e crítica, já que procuramos pertencer ao grupo ao qual estamos, é claro isto na média da população, pois existem aqueles que possuem opinião formada.
Seria interessante que o povo não mais deixasse se levar pelas propagandas emotivas que os marqueteiros tentam seduzir o eleitor, pelos jingles bacanas que gravam na cabeça, mas sim por um histórico de trabalho e principios morais.  Pois o candidato ao pedir o voto, está vendendo um sonho. O sonho da direção correta para o país, o que não pode acontecer, é deixar é cair na lábia dos vendedores de ilusão, pois eles usam das melhores técnicas para convencer, e possuem dinheiro para chegar onde querem.
Uma análise fria é necessária, somente com a utilização da razão é que os melhores podem ser escolhidos e colocados no poder, não se deixar iludir por apelos estéticos é cair na tentação do voto baseado no melhor marqueteiro.

Um comentário:

  1. Muito bem Lembrado todos os fatos acima citados, temos que nos posicionar e não votar pela emoção nem pelo fanatismo. Temos que aprender a escolher o melhor. Percebe-se o fanatismo e super dependencia do povo brasileiro, por coisas e pessoas que tem o povo como objetos e não como pessoas.
    Queremos apenas alguem que governe com consciencia e temor a Deus, não alguem que seja dominado por um Partido, ou por influencias malignas, que contradizem com as verdades cristãs.

    ResponderExcluir

Quer ter seu blog divulgado no Transparência Política? Veja como na aba da direita, logo ao lado.

Seguidores do Blog T.P.