Ocorreu um erro neste gadget

31 agosto, 2013

Frase do dia




O Brasil está tão distante do liberalismo - novo ou velho - como o planeta Terra da constelação da Ursa Maior!"
"
―Roberto Campos

29 agosto, 2013

Frase do dia


"Como você diz que é um comunista? Bem, é alguém que lê Marx e Lênin. E como você diz um anti-comunista? É alguém que entende Marx e Lênin."
-Ronald Reagan

28 agosto, 2013

Brasil já arrecadou - R$ 1 trilhão em Impostos neste ano

Não podemos negar que no aspecto de arrecadação de impostos o governo é realmente eficiente, quase ninguém consegue fugir de pagar sua contribuição ao governo, direta ou indiretamente.

O mês de agosto não é festivo, como outros, mas temos motivo pra comemorar, o contribuinte chegou a marca de R$ 1.000.000.000.000,00, um trilhão de reais, em impostos pagos. Se dividimos este valor por habitante, teríamos a quantia de cerca de R$ 5,1 mil reais/hab., e até o fim do ano cerca de 8,1 mil reais/hab , um belo número.



Para efeitos de comparação, este valor já daria para comprar:

- 12 milhões de casas
- 1,1 bilhões de planos de saúde, particular
- 37 milhões de carros populares
- 1,3 bilhões de mensalidades em escolas particulares

O valor tanto em termos absolutos, como relativos é alto.  O que chama atenção, é que mesmo com uma arrecadação absurdamente alta, muito pouco revertido como benefício à população, como serviços de qualidade por exemplo.

O problema é que o governo não consegue melhorar estes serviços, e ainda por cima vem piorando cada vez mais a eficiência dos gastos,  simplesmente por um motivo estratégico, tomado lá trás. Durante as eleições, para ganhar apoio dos partidos (e olhe que eles conseguem um apoio da maioria), se faz necessário prometer favores em troca no caso de vitória, como nunca antes neste país, o Brasil foi loteado aos partidos de esquerda que apoiam o PT. E a cobrança destes favores sai muito caro, não para o PT, mas para o Brasil como um todo (pessoas físicas + jurídicas).

Esta semana, li uma matéria no informoney, que se encaixa perfeitamente no momento atual que o país vem passando, onde no título estava escrito "Populismo na economia é como mijar nas calças para se aquecer". 
Nossa presidenta, deveria aproveitar esta arrecadação, para promover um ciclo de investimentos cada vez maior. Uma das maneiras mais eficientes de promover o crescimento de um país, é aumentando a taxa de investimento. Porém o governo está na contramão, gastando cada vez mais em assistencialismos e programas sociais, para garantir votos na próxima eleição. E pelo visto, está muito fácil para eles, em garantir estes votos na próxima eleição.



 

Criticas de Joaquim Barbosa ao PT e Dilma


27 agosto, 2013

25 agosto, 2013

Frase do dia

 
 

"Os trabalhadores não têm nada a perder em uma revolução comunista, a não ser suas correntes."
-Karl Marx

"De boas Intenções o inferno está cheio"
-Autor Desconhecido
 

23 agosto, 2013

21 agosto, 2013

Frase do dia

"Não sou nenhum comunista, socialista ou anarquista, apenas sou um capitalista que conseguiu enxergar o sistema em que vive, ou melhor, em que vivemos".
 
-Maxwell Vitor

19 agosto, 2013

17 agosto, 2013

Frase do dia



"Dizem que escrever é um processo torturante para Sarney. Sem dúvida, mas quem grita de dor é a língua portuguesa"

-Paulo Francis

15 agosto, 2013

A inevitável implantação do Comunismo no Brasil


Vale a pena investir 10 minutos asssitindo ao vídeo.

Fatos sobre o Cartel Siemens no Metrô de São Paulo



Vou me ater apenas ao caso de São Paulo, mas lembro ao leitor que a Siemens fornecia para diversos estados e também para o governo. Sendo que as acusações de cartel e combinação de preço, não são de exclusividade deste estado, em outros e também na esfera federal, há contratos ainda mais estranhos.


Seguem os fatos que temos conhecimento até agora:
  1. A Siemens vem sendo investigada na Europa e Estados Unidos pela formação de cartéis e combinação de preços em diversos países.
  2. A tal nvestigação que corre em nível mundial
  3. No período de  agosto/2013 vazou a informação, de que entre os anos 2000 (governo Mário Covas-PSDB), 2001-2006 (José Serra-PSDB) e no primeiro ano de 2007 (governo 2007), a Siemens participava de um cartel para construção e manutenção das linhas de metro de São Paulo.
  4. Segundo a Folha de São Paulo, que obteve informações do CADE, através de uma denúncia que até então é anônima, informa que o Estado de SP sabia dos cartéis
  5. Entre 2000 e 2007, houveram vários contratos, sendo que o que se refere à linha "5-Lilás" bem como em "serviços de manutenção", Siemens de um lado e CAF+Bombardier+Alston disputavam licitação em São Paulo,
  6. Informes diziam que havia um esquema entre as empresas, para que o consórcio entre CAF+Bombardier+Alstom vencessem este leilão e no próximo inverteria, ou seja a Siemens seria a vencedora.
  7. No certame exposto nos jornais, o consórcio CAF se sagrou vencedora do leilão, já que a Siemens ofertava um preço 30% superior
  8. Pelas informações vazadas pelo CADE as empresas se desentenderam no esquema de cartel logo após a Siemens perder.
  9. Em um email anonimo, um diretor da Siemens informa que após perder a licitação, a Siemens ameaça  impugnar a licitação.
  10. Neste email anonimo, o mesmo diretor sugere que José Serra (entáo governador de SP), para que a Siemens não levasse adiante a impugnação. E se quisesse poderia negociar diretamente com a vencedora (CAF) um eventual fornecimento de uma % dos equipamentos.
  11. Após não ter sucesso na negociação com a vencedora, a Siemens entra com uma ação na justiça pedindo anulação da licitação.
  12. Vazou uma informação na imprensa de que José Serra então governador de São Paulo, não aceitaria que a Siemens se sagrasse vendedora do leilão.
  13. Na época, Serra informou corretamente que, não aceitaria que o segundo colocado fosse o vencedor, pois o estado de São Paulo, não poderia pagar o valor proposto Siemens (ou seja 30% à mais do que a vencedora),
  14. O Estado de São Paulo vence na justiça os questionamentos da Siemens, e o consórcio da CAF fornece os equipementos, no preço informado.
  15. Em 2013, o Estado de São Paulo entende que se houve formação de cartel e foi vítima do esquema, em seguida informa que irá processar a Siemens, querendo reaver os valores.
O que está sendo apresentado em diversos veículos de comunicação, são variações de opiniões perante os fatos.

Comento à seguir:
  • A imprensa petista vem acusando Serra de estar ajudando a Siemens nesta concorrência, o que é relativamente estranho, pois o fato da CAF ter vencido além do governador ter brigado na justiça (e vencido), para que a licitação, continuasse sendo válida. Já mostra que não houve a tal ajuda à Siemens.
  • Não devemos nos esquecer, que o PT já lançou seu pré candidato ao governo de SP, já conhecemos seus métodos de tentar destruir adversários, os quais vem dando ênfase ao esquema, o qual dá a entender que o governo tinha participação no esquema (que pelos fatos apresentados não caracteriza o conhecimento/ compactuação do governo)
  • O CADE, que investiga irregularidade em diversos contratos, deixou vazar a informação somente de irregularidade no estado de SP, sendo que há contratos em outros estados onde o preço dos equipamentos adquiridos foram 3 vezes maior (neste caso, o CADE escolheu não vazar as informações)

 

12 agosto, 2013

Siemens e os vazamentos seletivos do CADE

De acordo com inquéritos que estão rolando na Europa e nos Estados Unidos, a empresa Siemens, é acusada de pagar cerca de 3 bilhões de reais em propina, para obter vantagens em contratos, nos mais diversos países. Aqui no Brasil ela vem sendo investigada pelo CADE, ao qual a própria Siemens se compromete à divulgar os dados referente à formação de cartel. A empresa procurou o órgão para obter benefícios futuros em relação à eventuais punições para seus executivos.


Já na nação tupiniquim/ guarani-caiová, muitos veículos de informação, vem tentando vincular esta irregularidade, inclusive os R$ 3 bilhões (que é mundial), somente ao contrato de metrô de São Paulo e consequentemente ao PSDB. Já as divulgações na imprensa europeia, revelam que até agora, estes valores foram pagos em diversos países onde a Siemens atua.

Para que o leitor tenha ciência, de quão ampla é a atuação da Siemens aqui no Brasil, bem como sua atuação em diversos estados, preparei uma pequena lista com a informação de alguns contratos a qual ela está ligada:
  • Pernambuco - Reforma das composições do metro nas linhas Sul e Centro, todos os trens da linha de metrô foram modernizados pela empresa e pagos pelo PAC da mobilidade
  • Bahia - Siemens lidera o consórcio Metrosal, o qual venceu a licitação do metrô no valor de R$400 milhões para 11,6 km (dados de hoje, valor gasto ultrapassa R$1 bilhão, além do escopo de fornecimento ter sido reduzido para um total de 6km)
  • Rio de Janeiro - Responsável pelo fornecimento da estrutura de energia elétrica da nova linha que faz conexão entre Conexão Pavuna (Z.Sul) e General Ozório
  • Fortaleza (CE) - Siemens faz parte do consórcio que construiu a linha sul do metrô (são 18 estações, 24km à um custo de R$1,5 bilhões), sendo que R$1,2 bilhões foram pagos com o PAC da mobilidade.
  • Brasília - Alstom e Siemens, celebraram um contrato de fornecimento de manutenção de manutenção do metro, em um total de R$96 milhões/ano
  • Porto Alegre - Foram comprados 15 trens para a linha 1 do consórcio FrotaPoa em R$244 milhões.
Não é estranho que os jornais tenham dado destaque somente à irregularidades no estado de São Paulo, sendo que existe investigação em diversos outros?

Coincidentemente São Paulo, é o reduto do PSDB, partido de oposição do PT, o qual já faz tempo tenta engrenar um candidato ao governo. E parece que o PT está conseguindo sim, nivelar por baixo todos os políticos (já que eles próprios estão envolvidos no maior de todos os escândalos, o mensalão), pois o eleitor médio, não se dá ao trabalho de ir atrás das informações e entender o caso como um todo.

O que está evidente é que estes vazamentos seletivos, fazem parte da central de boataria do PT, para queimar qualquer candidato do PSDB ao governo do estado, caso contrário estariam noticiando também as investigações que ocorrem (estas sim, por sigilo realmente), em estados governados por petistas ou de aliados, bem como contratos celebrados com o governo federal.

Desta maneira o o PT vai conseguindo ganhar espaço nas pesquisas, utilizando a velha técnica comunista de "fritar os adversários". Em uma hipótese, de no futuro os ex governadores de SP conseguirem demonstrar que não houve evidências de irregularidade por parte deles, o estrago à imagem já estará feito e o caminho aberto para que um "cumpanheiro" sente na cadeira e aparelhe o estado, da mesma maneira que já vem fazendo nas esferas federais e em diversas empresas estatais.

E assim nosso Brasil vai caminhando à passos largos, para o comunismo ao estilo Chinês.

05 agosto, 2013

Por um Brasil Liberal ou Fora Economia Comunista



Saiu nesta segunda-feira (05/8/13), uma nova projeção do crescimento do PIB para 2,24% ao fim de 2013 (é claro que a revisão veio pra baixo)

E aí o caro leitor imediatista pergunta.  "Tá e dai? Que M é essa de PIB? Eu preciso é pagar o aluguel no fim do mês e se sobrar grana, comprar um celular novo. Pouco me importa  este tal de PIB, isso é coisa de economista".

Bom, não tiro a razão deste leitor, vou continuar desenvolvendo pra responder mais adiante.

Se olharmos para trás nos "escuros" anos 80, quando as taxas de crescimento (agora me refiro ao PIB) eram baixas, o Brasil passava também por um descontentamento geral e vejo algo em comum entre aquele e o atual, como por exemplo, excesso de protecionismo econômico e baixo investimento.

Pra quem não sabe, PIB é o Produto Interno Bruto, é a soma (em $$$), de todos os bens e serviços que uma nação produz. Já a taxa de crescimento é a diferença entre o crescimento do PIB (em termos percentuais) de um ano pra outro.

Lembro-me da época de FHC iniciando o país nos primeiros passos do Liberalismo Econômico, ( o qual Lula definiu como herança maldita), naquela época foram feitas as bases para o crescimento dos anos seguintes, como por exemplo: privatização de empresas (que antes eram cabides de emprego), salvou o sistema bancario da falência, deixou o cambio flutuante, maior abertura economica entre muitas outras. Este modelo veio sustentando o Brasil até hoje, mas como o mercado é dinâmico precisaria que fosse dado continuidade e as modernizações continuassem.

Mas a visão com Dilma é diferente, parece que agora Brasil está muito mais próximo de se afundar numa economia aos moldes cubanos, com forte intervencionismo (exemplo na área elétrica), além de criar diversas categorias de privilegiados, do que procurar ajudar o mercado a crescer com suas próprias pernas.

Mas quanto à pergunta do leitor, se o Brasil não tivesse se contentando com PIBs mais baixos que seus pares, além de insistir nos mesmos erros do governo petista, quem sabe ao invés de pagar o aluguel não estaria usando este dinheiro para quitar uma prestação da casa própria? Ou ao invés de comprar um celular, estaria pensando em investir nas ações da Samsung ou Apple?

O Pior é que não consigo depositar esperança nos jovens hoje em dia, pois vejo muito mais pessoas cultuando Karl Marx, Che Guevara  entre outros ao invés de Adam Smith.


"A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes."
  Adam Smith (17/7/1790)
 
Fonte:
http://www.infomoney.com.br/
http://exame.abril.com.br/economia/noticias/taxa-de-investimento-cai-de-19-3-para-18-1
http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:P%C3%A1gina_principal
 







01 agosto, 2013

Romantismo Indigena X Realidade Rural



Ultimamente o Brasil tem passado por uma onda de pregação indígena, como sempre o povo que se diz "culto" e de "cabeça aberta", força a visão de mundo romântica de séculos atrás em relação à eles. É muito fácil defende-los em rodas de discussões na internet, mesas de bar ou rodas de amigos, afirmando que homem branco é a causa de seus problemas.

Antes de dar continuidade, gostaria de expor alguns números, vamos aos fatos.
  • Reservas indígenas ocupam 106,7 milhões de hectares (cerca de 12% da extensão territorial do Brasil), Fonte IBGE
  • O Brasil possui 67 milhões de hectares plantados, cerca de 7,8% do território nacional, (que produziram em 2012- 165 milhões de toneladas de grãos), Fonte IBGE
  • População brasileira não indígena: 189 milhões de habitantes, fonte IBGE
  • População indígena que vive em áreas rurais 502 mil, fonte IBGE
Percebemos então que o alimento produzido nos 67 mi de hectares plantados, servem a mesa de  189 milhões de brasileiros, mais um tanto de europeus, norte americanos, índios e outros por aí afora.

O que não dá pra entender, é o motivo tanto radicalismo em atacar o ruralista, (como o que vem acontecendo em diversos setores da mídia), que é justamente quem vem alimentando o povo e ajudando o pais no balança comercial, além de indiretamente ajudar na valorização do real com a entrada de dólares com a exportação da produção.

Talvez a grande massa incendiária da população, não goste de fazer análises mais profundas, são todos comentaristas de primeira página, preguiçosos na leitura e iludidos pela pintura de um cenário errado das mazelas atuais vivida pelos índios.

Vejo usuários do facebook mudando seus nomes para "fulado terena" ou "ciclano guarani-caiuvá", apoiando invasões de fazendas produtoras (e com títulos de propriedades com mais de 100 anos), por índios que reclamam sua posse (apesar de nem eles nem seus ancestrais terem usado a terra), sem ao menos se ater aos fatos.
Por exemplo, aqui no Paraná, vejam bem das 15 áreas que a Funai reclama como reserva indígena, 12 foram ocupadas somente à partir de 2007.  Estas desapropriações serão feitas com dinheiro do contribuinte, onde terras férteis serão então repassadas à Funai, para não produzir nada mais além de doses de romantismos remetendo ao passado do índio.

Ao menos que o cidadão não se importe com o preço do alimento, como vimos a subida galopante no valor do tomate ocorrida no inicio de 2013, acredito que seus defensores ou são mal informados ou realmente não tem o porque se preocupar com o preço dos alimentos.

O instituto Datafolha fez uma grande pesquisa sobre como vivem e quais são os anseios deste grupo, seguem os dados:
  • 86% preferem habitações em alvenaria
  • 47% afirmam que ter chuveiro e água quente é muito importante
  • 79% sonham em ter banheiro em casa
  • 68% seguem religião não indígena
  • 63% tem televisão
  • 37% aparelho de DVD
  • 51% geladeira
  • 66% tem fogão a gás
  • 36% o próprio celular
  • 64% recebem bolsa família
  • 46% recebem cesta básica da Funai.
Compreende-se com os fatos expostos, que eles estão integrados ou tentando se integrar com o capitalismo, sendo que em sua maioria não podem dizer que tem os mesmos costumes ou vivem como os ancestrais, como são pintados nos livros do primário.

Um fato que chama atenção é que 64% dos índios recebem bolsa família e 46% cesta básica, que por sinal vem dos "terríveis produtores rurais, que tanto mal tem feito ao país". É um absurdo então tentar resolver o problema dando ainda mais terra à eles, mais absurdo ainda é a maneira como isto tem sido feita.

Não estou querendo atacar os índios, bem ao menos combate-los, mas sim desmistificar uma visão distorcida.
Com este modismo das minorias, estamos esquecendo de cuidar da classe média, a qual é quem vai pagar caro com a perda na produção, reintegrações de posse, além de recursos mal fiscalizados. O que o governo precisa fazer é dimensionar o problema de maneira correta e tratar a causa raiz sem penalizar o produtor rural.



fonte:
http://www.ibge.gov.br/home/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Brasil
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/
http://www1.folha.uol.com.br/colunas/luizfelipeponde/
http://www.jornalopcao.com.br/posts/reportagens/ndios-brasileiros-querem-mais-cidadania-do-que-terras
http://www1.folha.uol.com.br/poder/1183482-dois-tercos-dos-indigenas-recebem-do-bolsa-familia.shtml


 
Quer ter seu blog divulgado no Transparência Política? Veja como na aba da direita, logo ao lado.

Seguidores do Blog T.P.