Ocorreu um erro neste gadget

27 abril, 2011

Reforma política

Está na primeira página do site vermelho. "Reforma Política: Financiamento público e voto em lista são consensos no PT".
Já não basta a atual sobrecarga de impostos, que sabe se lá pra onde vai. E agora vão propor financiamento público de campanha? Também pergunto, o que acontecerá com o partido que tiver financiamento privado? Será penalizado?
Como já se sabe, o controle de gastos públicos não é nem nunca foi prioridade no Brasil. Muito menos, farão esforço para garantir, que governo e oposição estejam recebendo a mesma quantidade de recursos. Podendo então aquele que estiver no poder, não repassá-los aos adversários e diminuir drasticamente a exposição de idéias da oposição e consequentemente seu espaço até um limite que esta não ofereça mais perigo ao governo.
Já o voto em lista, é totalmente anti-democrático, pois é neste momento que o candidato dá a cara a bater e se expõe ao eleitorado. Reprimir as eleições diretas é um retrocesso na democracia.
Somente partidos que acolham candidatos indignos e com má fama, possam apoiar tal idéia, pois facilitaria a entrada de tais candidatos à cargos eletivos sem passar pelo crivo da população.

26 abril, 2011

Renan no Conselho de Ética

Depois de nomear Tiririca para a comissão de Educação e Cultura. Esta semana, foi  vez de Renan Calheiros ser anunciado para o Conselho de Ética do Senado.
Para quem não lembra da figura, vamos reavivar alguns causos do ilustre senador:
  •  Monica Veloso (caso em que o um lobista pagava contas pessoais do senador incluindo uma pensão)
  • Caso Schincariol (onde intercedeu em favor da empresa, impedindo a execução de cobranças no valor de R$100 mi, em troca da compra de uma empresa do irmão, por um valor acima do mercado)
  • Laranjas (acusado de ser dono de 2 rádios em Alagoas)
  • Propinas (Operação com empresário o qual era responsável pelo recebimento de propinas de ministérios chefiados pelo PMDB para pagamentos à Renan)
  • Espionagem (tentativa de espionagem contra adversários políticos do DEM e PSDB)
Nos processos acima Renan não teve culpa comprovada.

20 abril, 2011

2014, Copa do mundo é na Inglaterra

Após anúncio da nova LDO (lei das diretrizes orçamentárias), a qual pretende nada mais que afrouxar as fiscalizações das obras para a Copa.
Estou apoiando a petition online "Eu quero mandar a copa de 2014 para a Inglaterra". Pois acredito que apesar do evento, não podemos passar por cima de nossos valores. Afinal quando o governo anunciou a Copa sabia das regras do jogo, bem como os procedimentos para a realização de grandes obras (no terceiro mandato ainda não aprenderam?). Ainda assim se dizem surpresos com a demora, culpam a burocracia e conseguem mais um mecanismo para burlar a fiscalização e liberar a farra estatal. Pois agora só um ministro do TCU, poderá paralisar as obras, e mesmo se for comprovado desvio não precisará fazê-lo se achar conveniente.
É a institucionalização do "rouba mas faz", quem tá no esquema ainda tira sarro de quem tá fora e aquele que tem estudo vira motivo de chacota por ex-presidente analfabeto.

Viva a Inglaterra em 2014!!!!
Quer ter seu blog divulgado no Transparência Política? Veja como na aba da direita, logo ao lado.

Seguidores do Blog T.P.