Ocorreu um erro neste gadget

21 setembro, 2010

A Urna Eletrônica destas eleições está segura contra fraudes?

A atual urna eletrônica, dadas as devidas proporções, se assemelha a um microcomputador,composto por um hardware e software. Então pergunto, assim como um micro caseiro, seria possível a instalação de um vírus para alterar o resultado de uma votação em algumas urnas? Ou então um hacker invadir o sistema para alterar um determinado número de urnas?
Há muitas variáveis envolvidas no processo, mas a experiência nos mostra que o único computador que está seguro, é aquele sem comunicação com rede, desligado e enterrado no quintal.

O livro "Fraudes e Defesas no Voto Eletrônico", é no mínimo inquietante e trata justamente do assunto, o qual até agora teve pouca discussão na mídia. O TSE tem informado categoricamente que as urnas são 100% seguras, e é claro, eles não poderiam afirmar que não, pois iriam instalar o pânico. Porém especialistas em informática informam justamente o contrário, sendo que já teve até hacker preso por identificação de falha no sistema (aqui).
A Ordem dos Advogados do Brasil, já se posicionou, recusando a homologar as Urnas, pois acreditam que existem erros básicos no software como "buffer overflow" entre outros.
Já o Minisério público, mesmo sabendo das fraquezas do sistema, ainda assim lacrou-as, sem ter feito esforço técnico na avaliação do sistema. Apesar de tudo o TSE, continua afirmando que as urnas são 100% seguras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer ter seu blog divulgado no Transparência Política? Veja como na aba da direita, logo ao lado.

Seguidores do Blog T.P.