Ocorreu um erro neste gadget

26 setembro, 2010

Afinal de que lado estão os jornais Folha de Sao Paulo e Estadão?

A Folha e o Estadão reagiram às críticas à imprensa feitas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O Estadão declarou apoio ao candidato do PSDB à presidência da República, José Serra. A Folha criticou o presidente Lula e a "candidata oficial", Dilma Rousseff, do PT, e disse procurar manter uma orientação de "independência, pluralidade e apartidarismo editoriais"
O Estadão foi o mais enfático, dizendo ainda "currículo exemplar de homem público e pelo que ele (Serra) pode representar para a recondução do País ao desenvolvimento econômico e social pautado por valores éticos". O jornal diz que Serra "é o que tem melhor possibilidade de evitar um grande mal para o País".
Não havia dúvidas que os jornais estão sendo tendenciosos, pois eles tem plena ciência do que o PT é capaz de fazer quando está no poder, e ainda mais sem freios, pois assistiram de camarote as ações terroristas, as mentiras, as palhaçadas como o mensalão e caso dos aloprados entre muitos outros que vieram. Além é claro do mais preocupante, da atual exposição da vontade de limitar a liberdade de expressão da mídia. Pois se os jornais não puderem escrever sobre as realidades do país terão que cobrir festas de aniversário, novelas, anúncios de automóveis e esportes. O pessoal que é jovem a mais tempo sabe o que é restringir a liberdade de expressão e são coerentes com eles mesmos em não aprovar tal atitude!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer ter seu blog divulgado no Transparência Política? Veja como na aba da direita, logo ao lado.

Seguidores do Blog T.P.